Series | Serie sobre apresentador que mandava matar por ibope abala Manaus!

Series | Serie sobre apresentador que mandava matar por ibope abala Manaus!

07/03/2019 0 Por Fala Geek

Na capital amazonense são poucos os que não assistiram a ‘Bandidos na TV’ e menos ainda os que não gostaram dela

Às vésperas de completar 350 anos, Manaus ganhou um brutal retrato de presente. Sem concessões, a série documental “Bandidos na TV”, da Netflix, expõe uma cidade de ruas remendadas, refém do narcotráfico e banhada de sangue.

Disponível desde o final de maio, a produção britânica de sete capítulos reconstrói a trajetória de Wallace Souza (1958-2010), apresentador do programa de TV “Canal Livre”

Carismático, Wallace faz parte da memória coletiva de Manaus. Por anos, liderou a audiência local misturando assistencialismo e uma crua cobertura policial, sem pudor para mostrar corpos chamuscando no horário do almoço.

A imensa popularidade lhe assegurou três mandatos de deputado estadual com votação recordes e uma devoção quase religiosa, mas Wallace caiu em desgraça quando uma investigação policial o acusou de encomendar assassinatos para que sua equipe de TV chegasse antes da concorrência ao local do crime, entre outros delitos, como associação para o tráfico.

O escândalo, que estourou há dez anos e se arrastou por meses, provocou ondas de choque pela cidade. dividiu opiniões, gerou uma força-tarefa policial, mobilizou a classe politica e a imprensa e provocou uma série de assassinatos e prisões.

A série foi um fenômeno instantâneo na cidade. Em geral bairristas (experimente falar mal da zona franca), os manauras abraçaram “Bandidos”, transformando o documentário em febre tanto nas redes sociais quanto nas ruas.