Séries | Game of Thrones vs Senhor dos Anéis: no que um é melhor que o outro?

A série da HBO é exaltada pelos fãs de fantasia como a melhor obra recente, devido a algumas diferenças bem sólidas do drama de J.R.R. Tolkien

Game of Thrones é tido por muitos fãs como um dos melhores produtos audiovisuais de fantasia. A série baseada nos livros de George R.R. Martin é constantemente comparada aos filmes de O Senhor dos Anéis, que adaptam a obra de J.R.R. Tolkien, pois ambas conquistaram extensa aprovação da crítica e público.

Apesar de serem do mesmo gênero, porém, as produções têm grandes diferenças e o apelo delas atraí públicos ligeiramente diferentes. Por isso, listamos quais os pontos fortes de cada franquia, assim como organizado pelo site ScreenRant, para definir qual obra é mais recomendável segundo os gostos de quem assiste. 

Game of Thrones é bem mais realista

A série da HBO se apoia em inspirações reais da idade média na Europa para reproduzir os conflitos políticos e a atmosfera do mundo também. Os castelos são escuros, as armaduras são sujas e enferrujadas, o linguajar é feio e de baixo calão e, claro, a violência é brutal. Isso é um forte atrativo para aqueles que buscam uma história mais visceral.

Senhor dos Anéis tem um mundo muito mais bonito

Por se libertar de compromissos com a realidade, Senhor dos Anéis brilha na hora de mostrar as cidades, florestas e cavernas. Tudo carrega uma atmosfera de deslumbramento, principalmente a cidade élfica de Valfenda ou a cidade humana de Minas Tirith. É uma superioridade visual evidente.

Game of Thrones tem muito mais personagens femininas fortes

Nada contra Galadriel ou Lady Éowyn, mas Game of Thrones possui um elenco feminino muito mais e mais diverso. Desde personagens principais que afetam o mundo com as ações, como Daenerys Arya, ainda há personagens secundários, como Brienne de Tarth, que roubam a cena algumas vezes.

Senhor dos Anéis tem muito mais fantasia, em diversos sentidos

Os filmes não poupam esforços para dar vida ao mundo descrito por J. R. R. Tolkien. Criaturas incríveis como o Balrog, figurinos impecáveis como o dos elfos e grandiosas batalhas são talvez o apelo mais forte da trilogia.

Game of Thrones tem mais diversidade

O diretor Peter Jackson foi criticado por não colocar um elenco etnicamente diverso nos filmes, apesar da Terra Média ser baseada na Europa na alta Idade Média. Enquanto isso, a obra de Martin incluí vários países com crenças e traços físicos diferentes, como os reinos de Dorne e Braavos, o que possibilita um elenco mais inclusivo.

Senhor dos Anéis tem uma trilha sonora muito mais marcante

O compositor Howard Shore ganhou vários prêmios pelo trabalho extraordinário com Senhor dos Anéis. A música possui profundas nuances e se conecta com cada cenário e momento da história perfeitamente. Sem os temas poderosos, as cenas de Senhor dos Anéis perderiam boa parte do impacto.