Séries | 8 ideias mais malucas de George Martin para Game of Thrones – como o romance entre Jon e Arya

Séries | 8 ideias mais malucas de George Martin para Game of Thrones – como o romance entre Jon e Arya

03/27/2020 0 Por Fala Geek

Game of Thrones, da HBO, é uma das séries mais populares de todos os tempos. A mente responsável pela criação de Westeros e personagens como Daenerys Targaryen e Jon Snow é George R. R. Martin, autor das As Crônicas De Gelo E Fogo. Durante o processo de criação da história, o norte-americano abandonou diversas ideias controversas para os rumos da saga.

Desde o lançamento do primeiro livro, A Guerra dos Tronos, em 1996, os planos para personagens e acontecimentos mudaram constantemente dos rascunhos originais do autor. A saga se encaminha para o sétimo e último livro, ainda sem data de lançamento. O site ScreenRant listou algumas ideias de R.R. Martin que foram descartadas no processo.

8. Sem Casamento Vermelho

O massacre dos Stark no Casamento Vermelho é um dos momentos mais chocantes da saga. Traídos pelos Frey e Bolton, Robb e Catelyn Stark são assassinados a sangue frio no livro A Tormenta de Espadas. O plano original do autor para a morte de Robb, porém, era em campo de batalha, após ferir Joffrey Lannister.


7. Jaime no trono

Jaime Lannister surgiu na série como um dos maiores vilões de GoT. Com o passar do tempo, porém, o personagem passou por mudanças e se redimiu em muitos aspectos. A mudança de personalidade não fazia parte dos planos originais, e Jaime seria um dos principais antagonistas da história. O Lannister chegaria a ocupar o Trono de Ferro em determinado momento.

6. Catelyn morta pelos Caminhantes Brancos

Caso R.R. Martin realmente não tivesse escrito o Casamento Vermelho, Catelyn encontraria o fim nas mãos dos Caminhantes Brancos. Após a morte de Robb em batalha, a matriarca dos Starks fugiria para o norte com os demais filhos e atravessaria a Muralha em busca de proteção de Mance Rayder, quando cruzaria com Os Outros.

5. Trilogia

O número de livros na saga também mudou drasticamente, Planejada para ser uma trilogia, aos moldes de O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien. Como Martin permite mudanças no processo de escrita, os volumes aumentaram.,

4. Romance entre Arya e Jon

Nos livros e na série, o incesto de Jaime e Cersei Lannister é retratado desde o início, e o tema é mencionado com frequência na história. Um dos casais originalmente imaginados pelo autor era formado por Arya Stark e Jon Snow, que se apaixonariam em algum momento.


3. Tyrion saqueador de Winterfell

Um dos personagens mais populares e complexos da história, Tyrion Lannister seria responsável por saquear o castelo dos Stark, queimando Winterfell no processo. Na versão dos livros, porém, deixou a tarefa para Theon Greyjoy e os Bolton.

2. Sem dragões

Sem a intervenção do autor Phyllis Eisenstein, Game of Thrones não teria dragões, mas sim Lannister com poderes de manipulação do fogo. A característica justificaria as referências do clã aos dragões. Em conversa de Martin com Eisenstein, o escritor de A Tormenta de Espadas se convenceu a mudar de ideia e incluir os seres fantásticos na obra.


1. Daenerys vive?

Apesar da série de livros não ter chegado ao fim, o rascunho de Martin, de 1993, listava Daenerys, Jon Snow, Bran Stark, Tyrion e Arya como sobreviventes do último livro. Como Martin já garantiu diferenças no desfecho dos livros para a série, existe a possibilidade de Daenerys não ser assassinada.