Mundo | Crime no espaço? Astronauta pode ter cometido o primeiro.

Em parceria com a NASA, a Comissão Federal de Comércio (FTC) dos Estados Unidos está investigando o que poderia ser o primeiro crime já cometido no espaço.

De acordo com o New York Times, a astronauta Anne McClain está sendo acusada de roubo de identidade por acessar indevidamente os registros financeiros de sua ex-esposa, Summer Worden, que trabalhava na Força Aérea.

McClain e Worden estão passando pelo processo de divórcio há dois anos que está turbulento por conta da guarda do filho do casal estar em jogo.

Segundo o site, Worden percebeu que alguém havia acessado sua conta bancária, mas não tinha mexido no dinheiro. Ao contatar o banco, foi descoberto que o acesso aconteceu em uma rede de computadores registrada na NASA, justamente quando McClain estava em uma missão espacial de 6 meses.

Como resposta às acusações, a astronauta explicou que realmente acessou os registros financeiros, mas argumenta que essa era uma verificação de rotina e que a conta, apesar de estar no nome da esposa, sempre foi encarada como conjunta pelas duas. E, como a senha ainda era a mesma e Worden nunca havia pedido para parar de acessar, ela pensou que não haveria problema.

Por fim, McClain se defendeu com o argumento de que essa verificação era apenas para garantir que havia dinheiro suficiente para cobrir os custos do filho que elas estavam criando juntas.

Agora, com o caso ganhando notoriedade pública, McClain continua com a posição de que não cometeu um crime e explicou em seu Twitter que não fará mais comentários até a investigação acabar.

“Não há verdade alguma nessas acusações equivocadas. Nós estamos passando por uma separação dolorosa que, infelizmente, chegou na mídia. Agradeço as mensagens de apoio e vou guardar meus comentários só para o fim dessa investigação. Tenho total confiança no processo.”

O caso, que aconteceu entre maio e junho deste ano, ainda está sendo investigado. Em um comunicado da FTC, foi afirmado que a Estação Espacial Internacional (ISS) possui protocolos sobre crimes realizados a bordo, mas que nenhuma ocorrência havia sido registrada até então — o que faria deste o primeiro crime cometido no espaço.

A NASA não fez nenhuma declaração oficial sobre o ocorrido.