Cinema | 8 detalhes em De Volta Para o Futuro que você provavelmente não percebeu

As referências e os easter eggs estão espalhados por toda a trilogia

Uma das principais trilogias de ficção científica de todos os tempos certamente é a franquia De Volta Para o Futuro estreada em 1985  – que inclusive deixou um legado na cultura pop.

A história traz Marty McFly que viaja no tempo com a ajuda de Doc Brown e da máquina do tempo. O filme é repleto de detalhes, referências e easter eggs, contudo, o público provavelmente não percebeu todos eles.

Assim, o ScreenRant listou 8 detalhes em De Volta Para o Futuro que o público possivelmente não notou: 

Marty e a bebida

A trilogia contém várias piadas que a maioria dos espectadores só percebe depois de assistir aos três filmes mais de uma vez – o que ninguém repara é Marty não conseguir beber nada em paz. 

No primeiro filme, o personagem pede um café no Lou’s em 1955. No segundo, pede uma Pepsi. No terceiro, entra no salão em 1885 e pede uma bebida misteriosa. Toda vez, contudo, ele é interrompido antes de poder beber.

Não há estradas

Em várias cenas ao longo da trilogia, Doc fala: “Estradas? Para aonde vamos, não precisamos de estradas.”. No terceiro filme, pouco antes de Marty viajar de volta a 1885, Doc diz mais uma vez: “Para onde você está indo, não há estradas”.

Jaws 19

Uma cena memorável do segundo filme é quando Marty chega em 2015 e se pergunta sobre o cenário futurista. Uma imagem holográfica de um tubarão tenta comê-lo – uma publicidade do filme Jaws 19.

Um detalhe é o nome de “Max Spielberg” creditado na direção do filme, o que implica que o futuro filho de Steven está por trás do filme Jaws.

Mágico De Oz

Quando Marty viaja pela primeira vez no tempo, dirige por terras agrícolas e se depara com um espantalho. Segundo o Den of Geek, alguns fãs especularam que isso deve ser uma referência ao conto clássico O Mágico de Oz.

Elijah Wood 

No segundo filme, uma das crianças que jogam o jogo Wild Gunman é Elijah Wood, o ator que interpreta Frodo na franquia O Senhor dos Anéis

Nome do shopping

Em 1985, antes de Marty voltar no tempo, ele conhece Doc no estacionamento do Twin Pines Mall. Logo depois, ele viaja no tempo, descobrindo que a área era a terra de My Peabody em 1955. Quando ele retorna a 1985, no final do filme, o nome do shopping foi alterado para Lone Pine Mall.

Relógio

A torre do relógio de Hill Valley é facilmente o edifício mais icônico da franquia. Ele desempenha um papel em todos os filmes, mas há um período no qual não há mais relógio na Torre

Em 1985, a Torreé transformada no cassino Biff’s Pleasure Paradise e o relógio real não está mais funcionando.

Huey Lewis

Um dos detalhes que torna a trilogia tão icônica é a impressionante trilha sonora, que inclui a música “The Power of Love“, de Huey Lewis. Acredite ou não, a maioria dos fãs não percebeu que o próprio Lewis fez uma aparição no início do primeiro filme.